QUEM ESPERA… É mais feliz!

QUEM ESPERA… É mais feliz!

Espera! Você não perde, nunca, por esperar! Antes de retrucar… Pense:

Não vale muito a pena esperar pelos nove meses até os filhos nascerem, pelos 365 dias entre um aniversário e outro, pelos quatro ou mais anos até o diploma, por uma voltinha na montanha russa do Playcenter, esperar a sua vez nos saguões dos aeroportos, nas rodoviárias, nos restaurantes? E a contagem regressiva para a meia-noite de 31 de dezembro? São os dez segundos mais lentos e mais festejados da vida!  Porque o melhor da festa é esperar por ela.

A espera é só um intervalo entre o que já se tem e o que vai chegar. Se o que virá, será bom ou ruim… Só esperando pra ver! E se você souber esperar, vai entender que esse tempo de espera  é muito mais valioso do que você imagina.

Quem espera, reflete. Quem espera, aprende, enxerga o que antes não via, ouve o que diz o coração, conta até dez. Quem espera se relaciona com o tempo de uma maneira mais íntima e como prêmio, ganha uma virtude rara: A paciência.

Ela se tornou rara demais quando a necessidade de esperar foi sendo reduzida, até se tornar um defeito.

Se antes se esperava três meses até saber o sexo do bebê, agora se vê num exame de sangue, logo no primeiro mês. Se antes a gente tinha que usar uma caneta pra colocar a fita K-7 no ponto certo e ouvir a música favorita mais uma vez, agora um toque na tela da sua playlist e o som tá rolando. E o carteiro? Que espera boa. Agora um “barulhinho” avisa que tem um novo e-mail na sua caixa de mensagens.

Bom… A tecnologia vem economizando o nosso tempo, dia após dia. Tem aplicativo com a hora certa do trem, do ônibus, pra dizer do restaurante mais perto, o que está aberto e o que está fechado, o seu saldo no banco. Ótimo! A pergunta é! O que você está fazendo com esse tempo que a tecnologia te dá?

Aposto… Ficando mais ocupado, mais atarefado e o pior: Mais apressado! Por tanto desacelere meu amigo.

Deixe o tempo com o tempo que ele tem. Não deseje que o dia tenha nenhum minuto a mais, ou a menos. Respeite as horas e espere! Espere pelo melhor, pelo amor, pelo recomeço, pelo fim, pelo Natal, pelo carnaval, pelo que virá. Porque já dizia a voz do povo: Quem espera, sempre alcança! E eu reafirmo: Quem espera, é mais feliz!

 

 

 

Autor

Marilucy Cardoso

Marilucy Cardoso

Jornalista, mãe, canceriana, nascida em 1973, cheia de histórias para contar e suja algumas panelas nas horas vagas.

Relacionado

Comentários

Deixe o seu comentário