A morte é essencial!

A morte é essencial!

A morte é essencial! Foi na cadeira de dentista, sem mais nem menos, que ouvi essa frase. Não como uma sugestão, mas como uma sentença! Em seguida veio a explicação: Se a morte não existisse, viveríamos sem medo, sem certeza alguma e isso seria uma catástrofe.

A princípio pensei: Verdade. Se o tempo na terra fosse infinito, sempre teríamos tempo pra tudo. O perdão ficaria pra depois, a bondade pra um dia qualquer, a gratidão, só Deus sabe quando demonstraríamos. Amadurecer seria algo para um futuro distante, o mundo seria uma esfera de egoísmo. Deixaríamos sempre pra amanhã, aquilo que seria preciso fazer já!

É preciso falar também, do perigo da ausência do medo da morte! O risco seria diversão e vendido nas principais lojas e e-commerces do planeta. Pularíamos de um avião sem paraquedas, nada de cinto de segurança. Cuidar da saúde? Pra quê? O colesterol sequer constaria no dicionário. Verdade… Morrer é essencial.

Espera!

Mas, é essencial que o seu primeiro melhor amigo morra? Seu irmão mais velho, amigo dos caras mais bonitos da cidade, tatuador, boa praça, cúmplice… Esse cara precisa morrer?

O cara que escovou a sua gengiva quando você tinha três meses, que te dava as figurinhas mais disputadas do álbum, que emprestava o Falcon (olhos de águia) dele pra você, que aceitava ser seu marido nas brincadeiras de casinha, que repetiu dois anos e estudou com você na melhor fase do ginásio, o cara que dividia a lata de leite condensado com você, que deixava você viajar na poltrona da janela, que foi seu padrinho de casamento e topava qualquer parada, era mesmo essencial que esse cara morresse aos 42 anos?

Eu gritaria agora, que não!

Porém, eu sei que sim,  a morte é essencial! Essencial pra que a gente aprenda a viver melhor, a valorizar cada momento vivido, sem desperdícios, sem mágoa, com a certeza de que a vida é curta, mas é maravilhosa!

Eu e o meu irmão Maurício, tivemos momentos maravilhosos, que só a vida, o dia a dia, podem oferecer e a morte, não leva nada disso embora, ela só ensina o valor que a vida tem.

Sinto por não ter dito, com todas as letras,  que eu o amava e nem o quanto ele fora essencial pra mim. Apenas carrego a certeza de que foram 40 anos de amizade e um presente ser a sua irmã.

Sendo assim, aprendendo com a morte e com a vida, digo: É essencial amar HOJE! Te amo Mauricío, espero que você ouça aí no céu!

Autor

Marilucy Cardoso

Marilucy Cardoso

Jornalista, mãe, canceriana, nascida em 1973, cheia de histórias para contar e suja algumas panelas nas horas vagas.

Relacionado

Comentários

  • Natalio Natalio fevereiro 19, em 07:53

    Sempre muito bom !!

    Responder
    • Marilucy Cardoso Marilucy Cardoso fevereiro 19, em 09:26

      E eu estava com saudades das suas visitas aqui no Bolonhesa Natálio! Obrigada pelo carinho de sempre! Bjk

      Responder
  • Luciana Valladão Luciana Valladão fevereiro 19, em 12:11

    É Murula a vida já nos deu algumas tristezas e a perda do Mauricio foi uma delas!!! Agora precisamos cuidar mais e mais dos que amamos sempre!!! Beijooo

    Responder
    • Marilucy Cardoso Marilucy Cardoso fevereiro 19, em 14:35

      Tia, essa é a grande lição!Amar hoje e sempre mais! Obrigada pela visita no Bolonhesa e por deixar todos nós morar no seu coração! Beijoca

      Responder
  • Fernanda Sposi Fernanda Sposi fevereiro 20, em 20:40

    Texto lindo, profundo e tocante! Perder quem amamos dói demais, mas a saudade fica pra sempre!

    Responder
  • Roseli Roseli fevereiro 21, em 09:02

    Pois é amiga, perdemos nossos irmãos e conseguimos sobreviver a essa dor, mas o que mais me acalenta o coração é que um dia vamos nos encontrar!!! Texto lindo e verdadeiro!! Beijos

    Responder
    • Marilucy Cardoso Marilucy Cardoso fevereiro 22, em 10:22

      Obrigada minha amiga querida! A vida e o amor curam a dor e as lembranças mantém o nosso coração sereno! A gente vive de saudades e a felicidade se encarrega de ir brotando novamente! Bj

      Responder

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.