Fishcake. Uma delícia sem glúten!

Fishcake. Uma delícia sem glúten!

FishCake… Quando eu ví essa receita fiz logo a tradução e quis saber mais sobre o tal bolinho de peixe. A promessa era de uma receita sem glúten, imaginei… Deve usar farinha de arroz, uma mandioca para dar liga… Nada disso, quando a gente faz parece que não vai dar certo. Mas eu vou contar alguns segredos que descobri na primeira tentativa de fazer o FishCake. No site Receitas sem Fronteiras diz inclusive que a receita foi premiada.

Anote os ingredientes para FishCake:

1 lata de Atum Ralado em óleo

1 Cebola Grande

1 Pimenta de Cheiro

2 Ovos

1 colher de sopa de Hondashi

1 maço de Coentro

1 maço de Cebolinha

1 colher de sopa de Gengibre em pó

1 Limão tahiti – só a casca ralada

Sal

Pimenta do Reino moído

Óleo para fritar

***Cuidado com o sal, o Hondashi, tempero japonês já tem um pouco de sal e atum também.

Agora vamos ao preparo do FishCake:

Em uma tigela, picar a cebolinha, a cebola e o coentro e a pimenta de cheiro. Adicionar uma pitada de sal e pimenta do reino. Adicionar os ovos, o gengibre e o hondashi. Ralar a casca do limão e bater para homogeneizar.

Escorrer o atum ralado para retirar o óleo e misturar com a batida de ovos para formar uma massa.

Em um frigideira, despejar óleo suficiente para cobrir o fundo e aquecer bem.

Com a ajuda de uma colher e das mãos, fazer pequenas bolinhas da massa de atum e achatar um pouco, ficando no formato de carne de hamburguer um pouco mais grosso. E fritar por 5 minutos cada lado até ficarem bem douradinhos.

Esse era o modo de preparo do FishCake no site. Mas eu vou dar algumas dicas, que percebi durante a execução da receita.

A massa fica bem mole, não consegui fazer bolinhas…  Usei duas colheres (sopa) para dar o formatinho achatado, e a colher de cima ajuda a levar a massa para frigideira. Nem pense em deixar menos de 5 minutos de cada lado, caso contrário o FishCake desmancha.

Escorra em papel toalha e sirva com rodelas de limão. É uma entrada sensacional e muito leve, sem falar que o preparo é muito rápido, o que dá mais trabalho. E acredite, ele fica bem na marmita, acompanhado de salada e um arroz integral.

 

Autor

Marilucy Cardoso

Marilucy Cardoso

Jornalista, mãe, canceriana, nascida em 1973, cheia de histórias para contar e suja algumas panelas nas horas vagas.

Relacionado

Comentários

  • Sergio Sergio agosto 08, em 16:45

    Desculpe, mas esta receita esta totalmente errada.

    Responder
    • Marilucy Cardoso Marilucy Cardoso agosto 09, em 14:06

      Sérgio não precisa pedir desculpas... Como vc deve ter visto a receite é do site receitas sem fronteiras. Eu fiz e ficou muito bom. De qualquer forma obrigada

      Responder

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.